O projecto Mundos Locais reúne uma variedade internacional de obras contemporâneas em novos media e performance, que exploram a relação entre o local e o global. São trabalhos que reflectem o modo como as experiências de viagem, diáspora e deslocação alteram as nossas percepções de identidade, cultura e nação.

Mundos Locais: espaços, visibilidades e fluxos transculturais

Programação: Alexandre Barata

Curadoria de Lúcia Marques e Paula Roush
13 de Junho a 7 de Setembro de 2008

O projecto Mundos Locais reúne uma variedade internacional de obras contemporâneas em novos media e performance, que exploram a relação entre o local e o global. São trabalhos que reflectem o modo como as experiências de viagem, diáspora e deslocação alteram as nossas percepções de identidade, cultura e nação. O título refere-se ao modo como o mundo é parte do imaginário local de Lagos, mas também como o local é o resultado do envolvimento dos artistas com o mundo onde vivem.
Justapondo, pela primeira vez, trabalhos cujos sítios de reflexão incluem Portugal (em especial, a região do Algarve), outras Europas, e diferentes Áfricas, entre outros continentes com histórias coloniais, o projecto mapeia a complexidade de espacialidades e subjectividades entrecruzadas por aqueles que estão em trânsito. Envolvendo paisagens emocionais e narrativas pessoais do lugar, cada trabalho convida o visitante a aproximar-se ao local — seja ele íntimo, público, real ou imaginário — através de uma psico-geografia dos objectos e práticas do dia-a-dia.
Construída como uma plataforma discursiva, a exposição inclui trabalhos site-specific, instalações e vídeo-projecções, ocupando os múltiplos espaços do Centro Cultural de Lagos e do Forte Pau da Bandeira.
Durante os meses de Junho, Julho e Agosto, o programa multidisciplinar de eventos também inclui performance, workshops, conversas e cinema, de modo a mapear a pluralidade de estratégias que actualmente caracterizam a dinâmica do local.
Mundos Locais é uma iniciativa concebida para o Centro Cultural de Lagos no âmbito da segunda edição do ALLGARVE e propõe uma plataforma de produções artísticas para reflectir a diversidade cultural que caracteriza a heterogeneidade das cidades dos nossos dias.

Participantes no projecto: Adekunle Detokunbo-Bello, Ângela Ferreira, António Cunha Telles, António Ole, Beatrice Cantazaro, Cláudia Cristóvão, Cláudia Lopes Costa, Eduardo Matos, Eduardo Padilha, Faisal Abdullah, Francisco Vidal, Gustavo Sumpta, Inês Amado, Inês Gonçalves, Jane Thorburn, Jorge Pereira, Jorge Pereirinha Pires, José Pinheiro, Kiluanje Liberdade, LAC, Luísa Homem, Manthia Diawara, Melanie Jackson, Mónica de Miranda, Ondjaki, Paul Goodwin, Pedro Sena Nunes, Psychological Art Circus, Red Bull Music Academy, Renée Green, Ricardo Valentim, Susana de Medeiros, Susana Guardado, Tiago Cutileiro, Uncle C, Vasco Pimentel, Victor Lopes, Ynaîe Dawson.